Atendimento: Segunda à Sexta das 08h00 às 14h00
181127 Face 1RISalvador CURIOSIDADES

Passo a passo para comprar um imóvel com segurança

Há diversas cautelas que podem ser tomadas para evitar prejuízos ao concluir o negócio

Comprar um imóvel não é uma tarefa fácil, já que além de requerer todo um preparo financeiro, a ação ainda mudará a vida do comprador. E por tratar-se de um negócio definitivo, todo cuidado é pouco antes de concluí-lo, para que se possa evitar arrependimento e dores de cabeça no futuro. A seguir confira um passo a passo com ações que podem garantir mais segurança à sua compra.

Analise o imóvel

Não adianta apenas se encantar com o imóvel, é fundamental que o comprador colha o máximo de informações possíveis sobre o bem. Podem ser relevantes o valor mensal do condomínio, a existência ou não de cotas extras e valor do IPTU, além de ser importante verificar se essas contas estão em dia.

Faça um raio-x

Pedir a ajuda de um profissional pode parecer desnecessário, mas também pode ser determinante para o negócio ser concluído ou não. Verificar se há infiltrações ou riscos estruturais no imóvel e fazer um prévio orçamento do custo das obras, além de examinar as plantas e projetos para saber se há alguma obra irregular, como ocorre, por exemplo, com ampliações não autorizadas na cobertura, são medidas de precaução.

Confira seu histórico

Qualquer imóvel, seja ele novo ou usado, deve ter uma matrícula em um Cartório de Registro de Imóveis. Por este documento é possível consultar a situação do bem, solicitando a certidão de ônus reais atualizada do imóvel. Nesse documento constam informações como área, titular, vaga de garagem e até pendências, como dívida, hipoteca ou alienação.

Verifique o prazo de entrega

Se o imóvel pretendido ainda estiver na planta, é recomendável verificar a idoneidade da construtora e visitar alguns imóveis que já foram entregues, além de conferir se cumprem o prazo de entrega. Já no caso de imóvel usado, vale verificar se o imóvel está ocupado pelo próprio dono ou por terceiros, além de como será feita a entrega, para não ter surpresas quanto ao pronto recebimento das chaves.

Documentação em dia

Os documentos obrigatórios do imóvel e que devem ser conferidos são a certidão de ônus reais, as certidões das Varas da Fazenda Pública, a certidão da Prefeitura Municipal, a declaração de quitação do condomínio e a certidão do Corpo de Bombeiros. E dos vendedores são certidões dos distribuidores cíveis, certidões de interdições e tutelas, certidão da Justiça Federal, certidão das Varas da Fazenda Pública e certidão de ações trabalhistas.

Sinal e taxa de ITBI

Quando encontrar o imóvel ideal e com a documentação em dia, o acordo de compra e venda deve ser firmado e o comprador deve pagar o sinal, que geralmente é de até 10% do valor do imóvel (porém, não é obrigatório e depende de acordo entre as partes). Além disso, é preciso considerar que ainda há a taxa municipal ITBI que deve ser paga na transferência do bem.

Escritura de compra e venda

Após o pagamento do sinal e do ITBI, deve ser formalizada uma escritura de compra e venda em Cartório de Notas. O ato requer a participação de ambas as partes envolvidas no negócio. O documento é obrigatório quando o imóvel tem valor superior a 30 salários mínimos, mas independente do valor recomenda-se preparar uma escritura, para dar mais segurança às duas partes.

Registro do imóvel

É muito importante saber que a transferência do imóvel só é feita para o nome do novo dono após o registro do imóvel, feito no Cartório de Registro de Imóveis da região onde localiza-se o bem.

Pagamento

O pagamento deve ser acordado entre as partes ou, no caso de financiamento imobiliário, os bancos liberam o pagamento após o registro do imóvel.

Para saber mais sobre o procedimento de compra e venda de imóveis, consulte o Cartório de Registro de Imóveis de sua confiança!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *